Roteiro Personalizado



INFORMAÇÕES ÚTEIS

Alfândega Embaixadas
Passaporte Visto Americano
Câmbio Consulta de Voos
Vacinas
Documentos de Embarque
Tempo Mapas do Metrô
Fuso Horário Mapas
Consulados Transp. de Animais


St Barthélemy

ST BARTHÉLEMY


Um pedacinho do paraíso na Terra, onde a natureza e o ser humano convivem em perfeita harmonia, tem um nome: Saint Barthélemy ou St. Barth, para os “íntimos”. A fim de desfrutar de tantas tentações naturais, porém, é preciso dinheiro, já que o glamouroso local virou ponto de encontro do jet set internacional.

St Barth tem hotéis muito agradáveis

Quem passou por lá? Amodelo Kate Moss, a cantora Beyoncé e o ex-jogador Ronaldo Fenômeno.

Esta ilha do Caribe teve a primeira bandeira fincada em seu solo em 1493 por Cristovão Colombo – o nome foi uma homenagem ao seu irmão Bartholomeu. Depois de muitas invasões de piratas, em 1784 a França cedeu Saint Barth à Suécia, de Gustavo III. Daí, surgiu o nome de sua capital, Gustavia.

Le Grand Cul de Sac, uma das belas praias de St Barth

Mas St. Barth, ex-colônia sueca por mais de cem anos, voltou ao domínio francês. Ou seja: nota-se a presença sueca nas construções retas e coloridas, mas o idioma, a cultura e a culinária são predominantemente franceses. São apenas 21 quilômetros quadrados de território e dezesseis badaladas praias, entre elas Colombier, Le Grand Cul de Sac e Salines. Próxima à costa rochosa de Grand Fond, fica a célebre casa do bailarino russo Rudolf Nureyev.

O desenvolvimento da ilha, porém, é relativamente recente. Há pouco mais de 20 hotéis, nove mil moradores, as estradas não têm boas condições e não há transporte público – apenas táxis com corridas a preços abusivos.



Roteiros - St Barthélemy